Dia do solteiro: do que as mulheres gostam na hora da paquera?

Em celebração ao dia do solteiro, neste 15 de agosto, uma pesquisa do app de relacionamento happn mostra a preferência das mulheres no momento da conquista. Os dados têm como base o aplicativo, cuja maior parte dos usuários está interessada em relacionamentos heterossexuais. Veja alguns dados sobre o assunto:

5 passos para ter um perfil de sucesso no Happn, app de relacionamento

Como e quando você deve pedir ao seu novo parceiro para excluir seus aplicativos de namoro

7 hábitos diários de quem atrai relacionamentos longos

Quem toma a iniciativa na paquera?

A boa notícia é que as mulheres brasileiras costumam ser ativas na hora da paquera. Nenhum gênero foi estritamente associado a dar o primeiro passo na pesquisa.

A maioria dos brasileiros (88%) declara que a iniciativa possa ser de homens ou mulheres igualmente – todos os gêneros e faixas etárias compartilham essa ideia, especialmente para pessoas acima dos os 55 anos (94%). Além disso, 84% dos brasileiros e 90% das brasileiras concordam que as mulheres estão dando o primeiro passo com maior frequência.

Pode abordar as mulheres, mas sem insistir

Apesar disso, a maioria das mulheres gosta de ser abordada (81%), e 42% declaram que recebem aproximações diferentes várias vezes por mês, especialmente as mulheres de 18 a 34 anos (54%). A maneira que mais gostam é quando o crush usa uma maneira natural e descontraída para ‘chegar’ (55%) e, em segundo lugar, quando o paquera demonstra seu interesse sem insistência (38%; 46% entre 45+). A maioria das mulheres rejeita cantadas agressivas e insistentes. A falta de cavalheirismo é o que mais incomoda (40%), seguida bem de perto por alguém muito insistente (37 a %).

Assobio jamais

As mulheres desaprovam claramente ações fisicamente intrusivas (48%), os comportamentos muito insistentes (40%), o assobio (32%) e uma atitude familiar demais (20%). O índice aumenta entre mulheres de 18 a 24 anos: 45% não gostam de atitudes fisicamente intrusivas e 34%, de assobios. Também não querem ser abordadas em um local isolado (35%) ou à noite na rua (25%).

Elogios e fazer rir

As mulheres gostam especialmente de elogios à sua personalidade (47% x 43% da população total), atenções carinhosas (29% x 23% da população total) e alguém que as faz rir (24% contra 19% para a população total). Além disso, rir é altamente valorizado por mulheres de 18 a 34 anos (26%).

O que é paquera, afinal?

Para 41% das mulheres de 18 a 24 anos, paquerar é testar o poder de sedução (63%) e uma obrigação para encontrar um parceiro (60%). As palavras-chave para descrever essa situação são atração (42%), sedução (38%), mas também flertar (36%) e apenas conversar (33%).

 

 

 

  • arrow